Clima Notí­cias

Molion: “Previsões do Painel do Clima brasileiro são catastrofismo não-científico”

O relatório do Painel Brasileiro de Mudanças Climáticas é uma peça desprovida de fundamentos científicos que tem por objetivo sedimentar projeções alarmistas que não encontram amparo na realidade. A opinião é do Professor Luis Carlos Molion, meteorologista mais expressivo entre os chamados “céticos” brasileiros — cientistas que contestam a hipótese do aquecimento global provocado pelo homem por meio do aumento das emissões de carbono na atmosfera.De acordo com o meteorologista, o planeta estaria, ao contrário, iniciando um período de resfriamento por causa da diminuição da atividade solar.

O relatório prevê alterações no clima mundial com reflexos na hidrologia, regime de chuvas e na economia brasileira a partir da projeção de que as temperaturas poderão se elevar em 6 graus centígrados até o fim do século. As consequências seriam desastrosas. Além de mudar o regime de chuvas, acentuando eventos de frio intenso e calor extremo, fariam com que até o lençol freático fosse afetado.

Molion concedeu uma longa entrevista ao Blog do Pannunzio. Ela pode ser integralmente assistida no link acima. É uma aula sobre os mecanismo que, segundo ele, são responsáveis pelo controle da temperatura na superfície da Terra. Molion não se limita a contestar seus colegas que estão do outro lado da trincheira climatológica. Ele critica os cientistas que assinam o estudo do PBMC dizendo que “ficaram ao lado do dinheiro”, em referência às facilidades encontradas por cientistas pró-aquecimento antrópico para alavancar financiamento para seus trabalhos, que ele classifica como ‘não científicos’.

Comentários

Related posts

Noblat vence Eduardo Cunha na Justiça

Fábio Pannunzio

Gravação indica que construtora tentou blindar peemedebista

Máfia das sentenças segue fraudando a distribuição de processos em MT

Fábio Pannunzio

5 comments

Alexandre Araújo Costa 11/09/2013 at 17:29

Molion, lamentavelmente, trocou o método científico pelo negacionismo. Não são os 350 cientistas envolvidos na elaboração do Relatório do PBMC que têm a “agenda política” tão mencionada nas teorias conspiracionistas desse senhor. Na verdade, entre os cientistas há uma variedade enorme de preferências políticas, sendo a fidelidade ao trabalho científico a única coisa em comum. Molion, sim, poderia tentar explicar porque virou frequentador dos círculos da direita organizada, incluindo não somente a audiência do agronegócio, mas o IPCO, Instituto da TFP e o “Foro do Brasil” que reúne militares golpistas.

Reply
MarceloF 10/09/2013 at 22:00

Fábio,
não consigo ver o vídeo. Diz que: “esse vídeo é privado”. E só.

Cê sumiu, cara. Tudo bem?
Abs.,
de MarceloF.

Reply
Jeferson 10/09/2013 at 19:13

Não dá pra ver o vídeo pois encontra-se como privado.

Reply
Aurelio Paiva 10/09/2013 at 17:57

O video está aparecendo como video privado e não está abrindo.

Reply
Daniel 10/09/2013 at 17:00

há ceticismo dentre cientistas independentes …recomendo o seguinte documentário inglês sobre o tema: The great global warming swindle

http://www.youtube.com/watch?v=YtevF4B4RtQ

Reply

Deixe um comentário para MarceloF Cancel Reply