Corrupção Crimes Políticos impeachment Polí­tica

Perdeu, PT!

proibidoptO PMDB vai reunir a bancada nesta quarta-feira e deve fechar questão a favor do voto pelo impeachment.

O PSB vai votar contra a Presidente Dilma Rousseff.

Ciro Nogueira  prometeu ao Palácio do Planalto entregar 40 dos 50 votos da bancada do PP. Não vai entregar nem 15.

No PR, o líder, Maurício Quintella Lessa, se demitiu da liderança para votar contra Dilma Rousseff. Leva ao menos meia bancada com ele.

O PRB já desembarcou.

No PDT, que fechou questão a favor do governo, há um movimento de insurreição de parlamentares que não querem ir para o sacrifício para salvar um cadáver insepulto. Julgam que o preço a pagar é alto demais. Querem debandar.

Na Rede, uma certa esquizofrenia toma conta de um dos parlamentar mais jovem do Congresso. O deputado Aliel Machado gravar uma manifestação que seria distribuída às rádios de seu estado, o Paraná, com a definição de seu voto. Feita a gravação, não levou cinco minutos a se arrepender e mudar de ideia. Ele, que figurava como indeciso nos placares do impeachment, decidira-se finalmente por votar contra o impeachment.

Aliel mandou chamar de volta o assessor, a quem determinou que destruísse a gravação porque havia novamente retornado à condição de indeciso. Tarde demais. A informação já estava em todos os sites de Ponta Grossa, sua base eleitoral. É provável que hoje o parlamentar novamente mude seu voto. A conferir.

O placar do Estadao já registra 299 votos a favor do impeachment. Os deputados contrários são apenas 123. Para cada parlamentar que se define em favor do Planalto, 12 assumem o voto contra a Presidente e a favor do Impeachment.

Se o efeito manada continuar e os 91 votos remanescentes entre indecisos forem distribuídos na proporção em que têm acontecido as definições, o governo conseguirá mais sete ou oito votos, chegando a cerca de 130. A oposição poderá chegar a 38o.

Só há uma tradução para o que acontece neste momento:

Perdeu, PT! Perdeu, Dilma!

Comentários

Related posts

Agnelo se sairia melhor como corretor imobiliário do que está se saindo como governador

Fábio Pannunzio

Governo do DF espionou rivais, indica PF

Distância do Poder está fazendo mal a Lula

Fábio Pannunzio