Blog do Pannunzio

Candidato sem simpatia sofre, afirma Dilma Rousseff

Ainda sem assumir oficialmente uma candidatura que o presidente Lula divulga pelo país, a ministra Dilma Rousseff (Casa Civil) afirma que nunca imaginou um dia disputar esse cargo e que, na infância, seu sonho era ser “bailarina”.

“Isso, eu acho que é mais de homem. Na minha época, eu queria ser bailarina”, disse, depois de ser questionada se na infância chegou a sonhar em ser presidente do Brasil.

Tida como uma futura candidata “sem carisma nem jogo de cintura”, a ministra reconhece que são qualidades importantes num candidato. Quem não as tem, afirma, “sofre”.

Dizendo ter certeza de que está curada do câncer, afirma que a doença a fez dar “imensa importância para a vida” e também a “coisas menores”. Por exemplo, “você dá importância ao sol batendo nas folhas, olha o mundo com outros olhos”.

Comentários

Related posts

Um post em branco para lembrar a você, de Brasília, que hoje é dia de vestir branco contra a corrupção

Ciro Gomes transfere título para SP, mas descarta concorrer ao governo

Justiça garante candidatura do governador Rogério Rosso no DF

Leave a Comment