Blog do Pannunzio

Honduras rejeita invadir embaixada brasileira

O governo de facto de Honduras afirmou nesta terça-feira, 22, que as forças de segurança do país não entrarão na embaixada do Brasil em Tegucigalpa para deter o presidente deposto Manuel Zelaya, abrigado na missão diplomática desde ontem. A administração de Roberto Micheletti, no entanto, acusou o Brasil de interferir em assuntos internos do país.

“Não é possível invadir, há convênios e nós respeitaremos a sede diplomática”, declarou à imprensa a vice-chanceler hondurenha, Martha Alvarado. “Além disso, isto nos traria ainda mais problemas”.

Mais cedo, o assessor do ministério das Relações Exteriores do governo Micheletti, Mario Fortin, disse que forças do Exército e da polícia poderiam entrar na sede da embaixada para prender o presidente deposto. 

Em Nova York, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva alertou o governo de facto contra uma possível invasão da embaixada. “Esperamos que os golpistas não entrem na embaixada”, disse. 

A polícia e o Exército cercaram o prédio da embaixada na madrugada de hoje. Bombas de gás lacrimogêneo e balas de borracha foram usadas contra os simpatizantes de Zelaya que se reuniam em frente ao prédio. Ao menos duas pessoas morreram nos confrontos. Água, luz e telefone do prédio foram cortados. Segundo Zelaya, francoatiradores também cercam o edifício.

Críticas

Alvarado disse esperar que as autoridades do Brasil decidam logo se darão asilo a Zelaya ou se o entregarão à Justiça hondurenha. Após ter sido deposto e expulso do país, o presidente foi acusado de violar a Constituição.

“É comprometedora a situação de o Brasil dar a Zelaya um tratamento de hóspede e este, da embaixada, fazer um chamado à insurreição e ao desrespeito ao toque de recolher. É uma ingerência”, disse a vice-chanceler.

Comentários

Related posts

Quase três mil casos de gripe suína já foram confirmados no Brasil

Dirceu pede solidariedade aos petistas “vítimas de denúncias infundadas”

Sarney intercedeu em favor do automuseu

Fábio Pannunzio

Leave a Comment