Polí­tica

Gen. Paulo Chagas: “As Forças Armadas não vão embarcar em uma aventura golpista com Bolsonaro”

As FRorças Armadas não vão patrocinar uma aventura golpista protagonizada por Jair Bolsonaro. A afirmação é do General Paulo Chagas, um dos maiores aliados do atual Presidente da República até muito recentemente.

Paulo Chagas diz que “ainda não se arrependeu” de ter apoiado Bolsonaro, ressalvando que não vê nele o comportamento esperado de um Presidente da República. “Vejo nele um deputado”, disse o general, que não poupa críticas ao se referir a Bolsonaro, ainda que defenda o governo como um todo.

“Não posso confundir o presidente com o governo.  Os problemas são principalmente para ele, ainda que sejam  criados por ele mesmo”, afirmou o militar à TV Democracia nesta segunda .

Já o governo, segundo ele, “é de altíssimo padrão”, com especialistas competentes em áreas estratégicas. Mas a avaliação positiva termina quando o general é confrontado com os nomes da chamada Ala Psiquiátrica do governo — especialmente o ministro da Educação, Abrahan Weintraub.

“Isso é influência do Olavo de Carvalho” a quem Paulo Chagas culpa pelo ambiente de desagregação e pelas crises seguidas criadas pelo próprio Planalto. “O Gabinete do ódio existe de fato”, assegura. para quem “Eles ficam colocando ideias na cabeça do presidente de que a democracia está corrompida”.

Sobre eventuais pretensões golpistas de Bolsonaro, o companheiro de trincheiras eleitorais (o general foi o candidato do bolsonarismo na eleição para governador do DF) , “Ele quer governar sozinho e isso não é possível”, diz Paulo Chagas, para quem o regime militar pertence a “um tempo que passou e uma circunstância histórica que não volta mais “porque as circunstâncias que levaram ao golpe de 64 eram especiais e diferentes do ambiente dos dias de hoje.

Bem-humorado, o militar chegou a brincar usando um espirituoso trocadilho do jornalista Weiller Diniz, analista político da TV Democracia em Brasília. Ele afirmou que qualquer iniciativa que conspurque a democracia não terá amparo entre os militares brasileiros. “Está fardado ao fracasso”, disse o General Paulo Chagas para alívio de todo o País.

 

 

Comentários

Related posts

Maconha: passou da hora de o Brasil descriminalizar

Fábio Pannunzio

Os fascistas da BESTA, por Adriana Vandoni, do Prosa e Política

Lula e Sarney dão as cartas da CPI que será criada hoje