Blog do Pannunzio

Destaques dos jornais de hoje – Estadão

Fonte: Radiobras

O Estado de S. Paulo

Manchete: Plano dos direitos humanos será esvaziado, diz líder do PT

Vaccarezza afirma que pontos criticados por militares e Igreja serão esquecidos 

O líder do PT na Câmara, Cândido Vaccarezza (SP), disse que o presidente Lula deverá deixar de lado pontos polêmicos do Programa Nacional de Direitos Humanos, criticado pelas Forças Armadas, Igreja, sociedade civil e até integrantes do governo. A ideia é amenizar o plano e não enviar projetos de lei ao Congresso, ou deixar de apoiar os já existentes, como a união civil entre pessoas do mesmo sexo, a descriminalização do aborto, a revisão da Lei de Anistia e a reintegração de posse em invasões de terra. Lula convocou os ministros Paulo Vannuchi (Direitos Humanos) e Nelson Jobim (Defesa) para explicarem as trocas de insultos e ameaças de demissão. (págs. 1, A4 e A6)

Análises
João Bosco Rabello 
Programa é uma mini-constituinte 

Dora Kramer 
Lula e Dilma assinam sem ler (págs. 1 e A6)

Foto legenda: De volta – Lula com Dilma, no primeiro dia de trabalho depois da férias: presidente convoca ministros para explicar troca de insultos

Foto legenda: PSDB: quando o carnaval chegar

Fernando Henrique Cardoso, Aécio Neves e Sérgio Guerra após almoço em São Paulo: cúpula do partido resolveu “colocar o time em campo” e estipulou meados de fevereiro como prazo para desatar os principais nós nas alianças regionais para eleições. (págs. 1 e A7)

Arruda tem maioria para barrar processo

O governador do Distrito Federal, José Roberto Arruda (sem partido), garantiu maioria nas três comissões da Câmara Legislativa que decidirão seu destino. O plano é evitar o processo de impeachment e o avanço nas apurações sobre o “mensalão do DEM”. Arruda montou uma tropa na CPI para tentar barrar o avanço das investigações e outra para controlar as comissões que analisarão os pedidos de impeachment contra ele. Houve protestos no primeiro dia de trabalho da Câmara. (págs. 1 e A8)

BCs apertam regras para manter bancos sob controle

Dirigentes de bancos centrais aprovaram medidas para evitar novas crises em bancos pelo mundo. Supervisão das instituições financeiras, registro obrigatório das transações nos balanços, mais reservas decapitar e controle de instituições que representem risco sistêmico foram pontos definidos. (págs. 1 e B1)

Governo reduz etanol na gasolina para segurar preço

O porcentual obrigatório de adição de etanol na gasolina cairá de 26% para 20% por 90 dias, a partir de 1º de fevereiro. A medida tem o objetivo de conter o preço do álcool, mas, segundo técnicos do próprio governo, pode levar a um aumento entre 2% e 2,6% no preço da gasolina nas bombas. (págs. 1 e B4)

Estados Unidos: Os bastidores apimentados da campanha de Obama

Declarações preconceituosas de políticos sobre o então candidato Barack Obama e casos extraconjugais estão no livro Game Change, sobre os bastidores da campanha de 2008. As revelações agitaram o cenário político dos EUA. (págs. 1 e A12)

Notas e Informações: Lula e os estragos do decreto

O Programa Nacional de Direitos Humanos é ruim porque é de natureza ditatorial. E o presidente sabe disso. (págs. 1 e A3)

Comentários

Related posts

Enquete: mais de 70% dos leitores do Blog acham que Sarney não vai sair nunca

Fábio Pannunzio

Avião com deputados sofre pane elétrica

Fábio Pannunzio

Sugestão para daqui a pouco: Canal Livre com Marcelo Gleiser

Leave a Comment