Blog do Pannunzio

BBB de Arruda na casa da PF vai durar mais uma semana

O paredão de Arruda, quando o mérito do Habbeas Corpus impetrado por seus advogados será julgado pelo plenário do STF, só deve acontecer em uma semana. Até o governador deve permanecer na cela especial improvisada da Polícia Federal.  Haverá, portanto, muito tempo para ele refletir sobre a conveniência de renunciar ao mandato para tentar se safar de uma extensão de longos três meses do BBB da propina.

Ao contrário do que se esperava até ontem, o ministro Marco Aurélio de Mello só deve apresentar seu voto depois de receber e analisar o parecer do Procurador-Geral da República Roberto Gurgel. O prazo para a apresentação do parecer é de cinco dias úteis a partir do indeferimento da liminar. Termina, portanto, só na próxima segunda-feira.

Enquanto isso, Arruda começa a dar sinais de inquietação com os movimentos dos ex-aliados  na Câmara Distrital. Neste momento, o mandato do ainda governador representaria o anel que os distritais estariam dispostos a dar para salvar os próprios dedos — ou mandatos.

Seja qual for o resultado das reflexões de José Roberto Arruda ou das pressões que ele passou a receber dos aliados em fuga, o resultado, a esta altura, não pode ser outro: Arruda vai deixar o governo do Distrito Federal muito antes do que pretendia — por força de sua “vontade”, renunciando, ou por força da determinação de sua antiga base, sendo impedido de permanecer.

 

Comentários

Related posts

Lula descarta uso do FGTS na capitalização da Petrobras

Fábio Pannunzio

Confirmando denúncia do Blog, ex-corregedor diz que há vulnerabilidade de distribuição de processos do TJ/MT

Fábio Pannunzio

Nelsinho usa telemetria como prova

Fábio Pannunzio

Leave a Comment