Blog do Pannunzio

Manifesto de senadores chega à presidência da Casa

O senador Cristovam Buarque (PDT-DF) bem que tentou entregar o documento assinado por 20 parlamentares ao presidente José Sarney na tarde de hoje. Esteve na presidência da Casa, mas tudo o que conseguiu foi deixar o material com um bilhete, uma espécie de aviso de entrega. O papel foi protocolado no próprio local.

No manifesto estão oito exigências cobradas e fervorosamente defendidas pelos assinantes. Entre elas, a saída urgente de Alexandre Gazineo da diretoria geral do Senado, a seleção imediata de um substituto passando por aprovação em plenário e a investigação externa de todos os escândalos denunciados recentemente.

Parlamentares como Demóstenes Torres, Artur Virgílio, Tião Viana, Aloizio Mercadante e Pedro Simon encabeçam a lista de assinaturas entregue hoje.

Segundo Buarque, o documento é uma contribuição às crises moral e institucional vividas pelo Senado e por Sarney. “O senador Sarney é muito mais do que o cargo que exerce hoje”, ressaltou ao lembrar os tempos em que o colega presidia o país. “Hoje ele deve achar o cargo sem importância e passa a não ter o devido amor pelo que faz”.

Para Cristovam, Sarney vem sendo incoerente ao mostrar toda a biografia. “O que aparecem são gestos e falas e não o cargo”. Mas o parlamentar acredita numa sensibilização e espera que o presidente da Casa entenda e perceba tudo o que anda acontecendo. “Eu acho bom que ele comece a cumprir o que andou prometendo, caso contrário, pode começar a perder apoio e comprometer o Senado inteiro”.

Comentários

Related posts

Petistas brigam pelo Twitter

Fábio Pannunzio

Roubalheira no DF tira dinheiro de todos os brasileiros

Fábio Pannunzio

Câmara aprova em 1º turno mais 7.709 vagas de vereador

Leave a Comment