Blog do Pannunzio

Destaques dos jornais de hoje – O Estado de S. Paulo

Retaliação aos EUA inclui filmes e remédios
O governo iniciou ontem a segunda fase da retaliação aos EUA autorizada pela Organização Mundial do Comércio. Foi publicada uma lista com 21 itens na área de propriedade intelectual. Desta vez, a medida afeta o registro de marcas e patentes e a cobrança de direitos sobre obras audiovisuais e musicais. Podem ser prejudicados, por exemplo, o setor farmacêutico e as indústrias cinematográfica e fonográfica dos EUA. Nos casos anteriores em que a OMC autorizou sanções desse tipo, elas não chegaram a ser aplicadas. (págs. 1 e Economia B1)

Acusado de matar Glauco é preso
O estudante Carlos Eduardo Sundfeld Nunes, de 24 anos, preso na noite de domingo pelo assassinato do cartunista Glauco Villas Boas e de seu filho Raoni, disse à polícia que cometeu o crime para cumprir um
“chamado de Deus”. Nunes foi detido quando tentava atravessar a fronteira entre Brasil e Paraguai, por Foz do Iguaçu (PR). Ele chegou a atirar nos policiais que o prenderam. Para a PF, o estudante é lúcido e sabe o que faz. (págs. 1 e Cidades C1 e C3)

Foto legenda: Isolado em Foz. A transferência do estudante para São Paulo depende de uma decisão da Justiça Federal

Corretor diz que Dirceu e PT receberam R$ 5,5 milhões
Em depoimentos de 2005 ao Ministério Público, o corretor de valores Lúcio Funaro acusou José Dirceu de ter se beneficiado com negócios fechados por fundos de pensão ligados ao PT. Num caso, o ex-ministro e o PT teriam recebido R$ 5,5 milhões. Advogado de Dirceu disse que as acusações são “levianas”. (págs. 1 e Nacional A4)

Professores fazem greve política, afirma secretário
O secretário da Educação de São Paulo, Paulo Renato Souza, disse ontem que a greve dos professores é “eminentemente eleitoral”. “É uma politização, uma partidarização grande.” Muitas escolas continuam a funcionar. A presidente da Apeoesp, Maria Izabel Azevedo Noronha, afirmou que é uma “mentira” dizer que a adesão é pequena. (págs. 1 e Vida A16)

Serra e Dilma vão a eventos eleitorais a cada 2 dias
Compromissos com potencial eleitoral dominam a agenda de Dilma Rousseff (PT) e José Serra (PSDB), relata Luciana Nunes Leal. No caso da ministra, ela já foi a 27 eventos no ano, um a cada dois dias e meio. Já o governador foi a 32, um a cada dois dias. Foram 27 inaugurações com Serra e 22 com Dilma. (págs. 1 e Nacional A8)

Visão global: Pensando o pior com o Irã
Cedo ou tarde, Irã terá bomba. Resta saber o que virá depois: contenção ou ataque, avalia David Sanger. (págs. 1 e Internacional A14)

Celso Ming: É impossível distribuir os royalties de modo equânime
Políticos erram ao encarar as rendas do petróleo como uma teta enorme e inesgotável. (págs. 1 e Economia B2)

Aéreas terão de fornecer comida após atraso de 2h (págs. 1 e Cidades C7)

Notas & Informações: O ‘vírus da paz’ de Lula
Em Israel, o presidente Lula exibe o grau de exacerbação da sua megalomania. (págs. 1 e A3)

Comentários

Related posts

Embolou o meio de campo em Mato Grosso. Ninguém sabe quem é o governador

Fábio Pannunzio

Novo esquema de escutas da PF deixa empresas telefônicas de fora

Fábio Pannunzio

Câmara aprova R$ 1 bilhão para municípios

Leave a Comment