Blog do Pannunzio

Procurador-geral da República defende que Arruda continue preso, mesmo após perda de mandato

Agência Brasil; Cristiane Jungblut – O Globo; Globonews

O procurador-geral da República, Roberto Gurgel, defendeu nesta terça-feira que governador cassado do Distrito Federal, José Roberto Arruda (sem partido, ex-DEM), permaneça preso mesmo agora, depois de confirmada a perda do mandato pelo Tribunal Regional Eleitoral do Distrito Federal (TRE-DF). Na segunda-feira, Arruda desistiu de recorrer da decisão da Justiça eleitoral, conformando-se com a perda de mandato e do foro privilegiado, direito que proporcionou a prisão em cela de especial na Polícia Federal.

A defesa de Arruda esperava que, sem o cargo de governador, Arruda conseguisse convencer os ministros do Supremo Tribunal Federal (STF), onde poderia entrar com um novo pedido de relaxamento da prisão, que não tem mais como influenciar o processo.

Gurgel pediu ao relator do processo no Superior Tribunal de Justiça (STJ) que Arruda e outros acusados prestem depoimento em dez dias. Será a primeira vez que o governador cassado será ouvido, desde que foi preso, no dia 11 de fevereiro, acusado de tentar subornar uma testemunha do suposto esquema de corrupção no Distrito Federal, que ficou conhecido como mensalão do DEM de Brasília. MP pede prioridade para os depoimentos de Arruda e Weligton Moraes, ex-secretário de Comunicação do DF. Depois, em, no máximo, três dias, o ex-vice governador Paulo Octávio e Durval Barbosa, o delator do esquema.

– Quanto à permanência na prisão, não muda nada. Entendemos que mesmo afastado ou deixando o cargo de governador, Arruda continua em condições exercer influências e influir negativamente na produção da prova – afirmou Gurgel, acrescentando: – Como temos uma fase pré-processual a oitiva é feita pela PF. O que nós requeremos ao relator é que isso fosse feito no prazo de dez dias – informou.

Gurgel disse ainda que Arruda tem condições de saúde para ser transferido para o presídio da Papuda, porque as informações que têm chegado ao Ministério Público é de que ele está bem. A mudança para a Papuda, onde estão outros envolvidos no suposto esquema de corrupção montado no DF, pode ocorrer nesta terça-feira, embora o STJ tenha informado que não há essa necessidade.

– As informações que chegaram ao MP, inclusive o procedimento realizado na semana passada, são de que as condições médicas são adequadas e com patíveis com a idade do governador – comentou.

Clique aqui para ler a íntegra no site do O Globo

Comentários

Related posts

Substituta de Dilma terá de depor sobre dossiê anti-FHC

Ahmadinejad tem visita ao Brasil como prioridade

Aliança dá a Dilma tempo na TV 48% maior que o de Serra

Leave a Comment