Blog do Pannunzio

“Sou candidato a presidente, não a vice”, diz Ciro Gomes – Agência Brasil

Pedro Peduzzi – Agência Brasil

O deputado Ciro Gomes (PSB/CE) afirmou hoje (24) que não abrirá mão da disputa pelo Palácio do Planalto neste ano mesmo na hipótese de o presidente Luiz Inácio Lula da Silva o convidar para ser vice na chapa da petista Dima Rousseff. “Sou candidato a presidente, não a vice”, disse, em entrevista ao programa 3 a 1, da TV Brasil, que vai ao ar hoje às 23h.

Ciro afirmou também que o ex-ministro da Casa Civil José Dirceu continua atuando nos bastidores das próximas eleições e que, inclusive, tem ameaçado alguns governadores – entre eles, seu irmão Cid Gomes, do Ceará – caso não apóiem a candidatura de Dilma Rousseff. Ele ainda criticou a forma como o Partido dos Trabalhadores trata seus aliados. José Dirceu não quis comentar as afirmações de Ciro Gomes. 

Durante quase uma hora de entrevista à TV Brasil, Ciro criticou tucanos e petistas e apresentou as mudanças que faria, caso fosse eleito, principalmente na condução da economia. 

“Sou um aliado do PT. Agora, sou um aliado que exige respeito. O PT está acostumado a tratar seus aliados como se fossem seus empregados e a destratá-los, como faz com o PC do B”, disse Ciro. Segundo ele, prova disso é a forma como o José Dirceu atua nos bastidores, quando encontra-se com governadores.

“Dirceu não está fora [do jogo político]. Ele foi visitar o governador do Ceará [Cid Gomes, irmão de Ciro] e disse com toda a delicadeza que se o irmão dele fosse candidato a presidente do Brasil, ia fazer o PT ir contra a ele [Cid] no Ceará. [Dirceu] Teve ainda o desplante de fazer a mesma coisa com o Eduardo Campos em Pernambuco”, afirmou. “Não é assim que se trata um amigo, parceiro ou companheiro.”

Ciro disse, ainda, que o PT teme que a pré-candidata Dilma Rousseff seja ultrapassada por ele, no decorrer da campanha. “Eu tento dizer aos companheiros do PT de que se o Lula, com a força legítima e a popularidade extraordinária e merecida que tem, não tiver segurança de que a Dilma ganha as eleições de mim, que estou trabalhando apenas com as unhas, é porque ela vai perder para o Serra. E aí será uma tragédia. O Brasil vai voltar aos anos do FHC.”

Clique aqui para ler a íntegra no site da Agência Brasil

Comentários

Related posts

Parlamentares são contra retirada da urgência do pré-sal em troca da votação da CSS

Médicos esperam melhora de Dona Marly para transferi-la do Maranhão

Fábio Pannunzio

Destaques dos jornais de hoje – Jornal do Brasil

Leave a Comment