Blog do Pannunzio

Em nota, Roriz reitera que foi convidado para encontro com FHC

Correio Braziliense

Após declarações do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso informando que foi procurado por Joaquim Roriz, em São Paulo, na última segunda-feira (22/3), o ex-governador do Distrito Federal divulgou nota nesta quarta-feira (24/3) para esclarecer a reunião entre os dois políticos.

A assessoria de Roriz afirmou na segunda que ele foi convidado para o encontro, mas o ex-presidente negou: “Roriz bateu na porta de casa. Como eu vou fechar a porta para ele?”, disse FHC nesta quarta, durante palestra realizada na Escola Superior de Propaganda e Marketing (ESPM).

O encontro de Fernando Henrique e Roriz aconteceu na casa do ex-presidente, no bairro de Higienópolis. Segundo o assessor de imprensa de Roriz, Paulo Fona, eles analisaram o quadro eleitoral nacional e local.

Fona afirmou também que Roriz havia sido convidado e que viajou à capital paulista apenas para a visita. “Eles têm um ótimo relacionamento e combinaram que vão continuar se falando regularmente”, contou Fona.

Oferecimento

Em nota, Roriz garantiu que não procurou FHC. “Jamais procurei ninguém. No mês passado, o presidente nacional do PSDB, senador Sérgio Guerra, veio à minha residência no Parkway acompanhado do vice-presidente executivo do PSBD nacional, o ex-ministro Eduardo Jorge, para me oferecer a legenda para uma aliança eleitoral no DF em outubro próximo. Na ocasião respondi que sim, pela enorme admiração que tenho pelo ex-presidente da República Fernando Henrique Cardoso, desde que, também, pessoas do partido, a nível local, envolvidas diretamente com a Operação Caixa de Pandora, fossem afastadas dos cargos diretivos partidários”, disse o ex-governador.

Segundo Roriz, o ex-ministro Eduardo Jorge telefonou e informou que FHC gostaria de marcar o encontro e que as bases para a aliança estavam aceitas. “Por intermédio dele, marcamos o dia e a hora, segunda-feira, 22, às 17h, na residência do ex-presidente. Fui acompanhado do próprio Eduardo Jorge, com quem me encontrei no Aeroporto de Congonhas, do meu assessor de imprensa, Paulo Fona, e da fotógrafa da minha equipe, Sheyla Leal”, afirmou o ex-governador.

Clique aqui para ler a íntegra no site do Correio

Comentários

Related posts

Mercadante: Errei ao anunciar renúncia irrevogável

Destaques dos jornais de hoje – Folha de S. Paulo

Destaques dos jornais de hoje – Correio Braziliense

Leave a Comment