Blog do Pannunzio

A importância do Twitter como ferramenta democrática

Jack Dorsey era ainda um adolescente quando teve a brilhante idéia de criar o Twitter. Ainda hoje, passados quatro anos desde sua implementação, os desenvolvedores da idéia não sabem exatamente o que farão para transformar o microblog num negócio lucrativo. Enquanto o tempo vai definindo as questões mercadológicas — que a rigor só dizem respeito a seus criadores — o Twitter se consolida como um importatíssimo instrumento auxiliar da difusão de mensagens em todo o gloobo.

O Brasil tem o segundo maior percentual de internautas que utilizam o Twitter: 8,79 %, segundo pesquisa do site Sysomos (leia aqui). Perde apenas para os Estados Unidos, onde o uso está massificado. Lá, 50,88 % dos internautas utilizam a ferramenta.

Para a maioria dos blogueiros que já aderiu ao Twitter, o microblog se transformou num dos principais elementos de difusão de mensagens. Desevolvedores de sistemas gerenciados de conteúdo rapidamente criaram softwares que automatizam as twittadas. Cada vez que um novo artigo é veiculado, esses programas cuidam de postar a manchete e indicar o link onde o conteúdo integral pode ser acessado.

Isso facilita enormemente a difusão das notícias. Quando elas são realmente importantes para o universo de twitteiros, quem recebe a mensagem a repassa para todos os seus seguidores. Os seguidores do autor, por sua vez, passam adiante novamente, até que se forma uma enorme corrente exponencial de efeitos quase imediatos.

Esse efeito multiplicador transformou o Twitter na principal fonte primária de audiência para muitos blogs. Este, por exemplo, tem neste momento 1.262 seguidores, o efeito dos posts veiculados automaticamente pelo microblog são absolutamente importantes. Hoje, sem nenhuma dúvida, o Twitter é o principal agente catalisador de audiência.

Esse efeito ocorre porque os conteúdos se tornam ativos. Não ficam mais aguardando passivamente que o leitor os descubra. Eles saltam na frente do internatuta, oferecendo-se de maneira instigante. A frase curta, quando bem redigida, é lida, compreendida e assimilada em uma fração de segundo. Os 140 toques exercem um facínio quase mágico aos olhos de quem os recebe. E geram como resultado o “clique” na URL reduzida que conduzirá o leitor ao blog.

É por isso que, ao mesmo tempo em que se insinua como um importante agenta de vendas, impulsionados de negócios, o Twitter também se transforma numa espécie de guardião da democracia e da liberdade de imprensa. Tem desafiado o autoritarismo da ditadura branca do Irã, os arroubos autoritários de Chavez e a tirania da dinastia Castro.

Também tem ajudado a difundir mensagens de solidariedade e a informar a sociedade em situação de calamidade e caos, como quando os dois piores terremotos dos últimos anos destruíram as redes de comunicação convencionais no Chile e no Haiti.

Por tudo isso, se você é blogueiro e se imbuiu da fiscalização das ações do Estado e dos governos, conheça o Twitter. Você vai ficar impressionado com o feedback obtido. Para os que têm o site desenvolvido sobre o CMS Joomla, o melhor automatizador de manchetes é o Twitter Status, que pode ser baixado aqui . Quem desenvolveu o blog sobre a plataforma do WordPress pode encontrar várias sugestão semelhantes — e gratuitas, o que é melhor — para implementar a autalização automática dos posts.

 

 

Comentários

Related posts

Sob nova direção, OAB-DF apaga arquivos sobre Arruda

Projeto veta candidatura de quem renunciar ao cargo

Onde está Sérgio Cabral ? Desapareceu na enchente ?

Fábio Pannunzio

Leave a Comment