Blog do Pannunzio

Censura a blogs e processos contra blogueiros viram tema de debate no Senado

Os Senadores da República Alvaro Dias (PSDB/PR) e Arthur Virgílio (PSDM/AM) protestaram hoje, da Tribuna do Senado, contra a coação judicial com a qual o deputado estadual José Geraldo Riva (PP/MT) tenta intimidar os blogs Prosa e PolíticaPágina do E e o Blog do Pannunzio. A iniciativa partiu do senador amazonese. “É uma coisa absurda: prisão de quinze anos para Pannunzio, de sete anos para Adriana Vandoni e indenização de R$2 milhões de reais, enfim, coisa realmente estapafúrdia num País que se pretende democrático”. Ele descreveu o editor deste Blog como “um dos mais competentes jornalistas televisivos de que tenho conhecimento”.

“Marginais sendo protegidos pela censura. Felizmente a Desembargadora Ângela Khury deu a ele [Fábio Pannunzio] liberdade para se manifestar em seu próprio blog como desejava a respeito daquele assunto” disse, em aparte, o Senador Alvaro Dias, relembrando o processo de censura sofrido por este blog em seu Estado, o Paraná, onde uma quadrilha de traficantes de trabalhadores para o exterior tentou embargar judicialmente denúncias que vinham sendo apresentadas nesta página eletrônica.

“Isso até se explicaria na Venezuela, porque lá há uma ditadura implantada. Aqui ainda estamos sob a égide da democracia. Eu não creio que estamos num tempo em que se possa admitir a censura e muito menos o exercício desse poder de coerção para impedir que pessoas se manifestem”, afirmou Alvaro Dias. O senador tucano também frisou que as tentativas de calar os blogs representa uma grande inversão de valores. “Nós estamos vivendo um tempo no Brasil em que denunciar é crime. Quem denuncia pode ser condenado, o denunciado não. O crime não é condenado, a denúncia do crime deve ser condenada. É uma inversão de valores que ocorre no Brasil”.

O Blog agradece a solidariedade dos senadores Álvaro Dias e Arthur Virgílio, que desde sempre atuaram na proteção do direito constitucional de informar a população. E lamenta que, até o momento, nenhum parlamentar matogrossense tenha tido qualquer iniciativa precida. O assunto levado hoje à Tribuna do Senado ainda é um tabu inquebrantável em Mato Grosso, onde Riva, o censor-mór e processador compulsivo, ainda controla os políticos e a imprensa com a força de um coronel.

Comentários

Related posts

Lula é o segundo presidente melhor avaliado na América

Censura: ainda faltam os blogs. O monstro não está morto

Fábio Pannunzio

Dançarina do Mensalão do DEM é devoradora de cabeças de repórteres

Fábio Pannunzio

Leave a Comment