Blog do Pannunzio

Frase de Dilma sobre exilados gera polêmica com adversários políticos

estadao.com.br

Em entrevista à rádio Jovem Pan concedida nesta manhã, o pré-candidato do PSDB à Presidência da República, José Serra, respondeu à colocação feita pela candidata do PT, Dilma Rousseff, em evento no ABC paulista neste sábado, 10, e lembrou que vários políticos de diversos partidos se exilaram durante a ditadura militar (1964-1985) para evitar a prisão.

Como exemplo, Serra citou o ex-governador de Rio Grande do Sul e Rio de Janeiro, Leonel Brizola, fundador o PDT, partido da Dilma Rousseff antes dela ingressar no PT, que permaneceu no exílio por mais de uma década.

No sábado, em evento ao lado do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, a pré-candidata do PT disse que pode “apanhar”, mas não “foge da briga”. A frase foi interpretada como uma provocação a Serra, que viveu diversos anos no exílio durante a ditadura. “Eu não fujo da situação quando ela fica difícil. Eu posso apanhar, ser maltrada, como eu já fui, mas não fujo da luta. Em cada época da minha vida, eu fiz o que fiz porque acreditava naquilo. Eu mudei quando o Brasil mudou. Eu não fujo da luta. Nunca abandonei o barco”, disse a ex-ministra na ocasião.

Nesta segunda-feira, 12, a pré-candidata do PT se retratou e disse, através de seu recém-inaugurado Twitter, que não pretendeu em momento algum criticar os exilados. “De onde tiraram que fugir da luta é se exilar? O exílio significou a diferença entre a vida e a morte para os exilados brasileiros”, disse Dilma em um post. “Grandes amigos meus corajosos e valorosos só tiveram uma saída na ditadura, se exilar.Querer dizer que eu os critiquei só pode ser má fé”, acrescentou a ex-ministra no post seguinte.

A frase de Dilma também causou polêmica entre políticos de outros partidos. A pré-candidata do PV, Marina Silva, comentou a frase de Dilma e afirmou que “os exilados não são fugitivos”. A senadora disse que as pessoas que deixaram o País durante o regime de exceção “agiram em legitima defesa” e “continuaram sua luta fora do Brasil”. “Inclusive trouxeram novos ares, como Gabeira, na luta pelo meio ambiente”, concluiu, citando o deputado federal Fernando Gabeira (PV-RJ).

Clique aqui para ler a íntegra no site do Estadão

Comentários

Related posts

Senador do Pará diz que é prática do governo estadual dispensar licitação para contratar serviços

Fábio Pannunzio

Charge – Pé de Meia – Alegrim

Ministro da Justiça diz que situação política no DF ainda não é “estável”

Leave a Comment