Blog do Pannunzio

Destaques dos jornais de hoje – Valor Econômico

Depois do Goldman Sachs, SEC investiga outras firmas
Depois de processar o Goldman Sachs Group com uma acusação civil de fraude, a SEC, a comissão de valores mobiliários dos EUA, está investigando se transações com hipotecas feitas por algumas das maiores firmas de Wall Street podem ter cruzado limites e enganado investidores.
A acusação de fraude da SEC contra o Goldman Sachs na sexta-feira expôs um segredo aberto em Wall Street: quando o mercado imobiliário americano começou a fazer rachaduras, anos atrás, algumas grandes firmas financeiras criaram produtos que tinham o propósito de permitir a clientes importantes, como fundos de hedge, apostar numa derrocada do mercado. Entre as firmas que criaram transações com hipotecas que logo fizeram água estavam Deutsche Bank AG, UBS AG e Merrill Lynch & Co. Não se sabe se a SEC está investigando quaisquer de seus contratos. (págs. 1 e B9)

Argentinos fazem carreira no Brasil
Atraídos por uma economia cinco vezes maior e uma moeda que duplica os ganhos quando é convertida ao peso, profissionais liberais e jovens empresários argentinos trocaram a terra natal pelo Brasil em busca de ascensão nos negócios e na carreira. O argentino Javier Maciel e um sócio, donos da Target, fizeram uma joint venture com a brasileira Haztec e esperam faturar US$ 20 milhões em 2010, o que equivale a 80% dos negócios totais da empresa. (págs. 1 e D10)

Divisão de óleo e gás da Alcoa quer fornecer dutos ao pré-sal, diz Mary Zappone (págs. 1 e E1)

Venezuela e China juntas
A Venezuela obteve um empréstimo de US$ 20 bilhões da China, concordando em formar uma “joint veotufe” para extrair petróleo de um bloco na bacia do Orinoco. (págs. 1 e A11)

Aniversário em crise
Financeiramente dependente do governo federal, apesar da autonomia política conquistada em 1988, Brasília completa 50 anos sem motivos para comemorações. (págs. 1 e A9)

Papel acanhado
Produção brasileira de papel deve crescer em ritmo lento nos próximos anos, afetada pelo excesso de aferia no mercado externo, consumo doméstico baixo e câmbio desfavorável. (págs. 1 e B7)

Construção acelerada
Em três anos, o número de construtoras com receita superior a R$ 1 bilhão passou de uma para oito e o lucro médio das abertas cresceu 85,2% em 2009. As projeção para este ano são animadoras. (págs. 1 e B8)

Ganho de escala
A Baldin Bioenergia, de Pirassununga (SP), deve fechar em breve a compra da Alfa Bioenergia, da mesma cidade. Juntas, terão capacidade para moer 2,3 milhões de toneladas de cana. (págs. 1 e B11)

Bolsa de lado
Muito diferente do que ocorreu em 2009, com alta de 145,16% em dólar, a Bovespa neste ano acumula ganho de apenas 0,37%, muito abaixo de outras bolsas no mundo. (págs. 1, D1 e D2)

Pequenos no comércio exterior
Com menos de seis meses em operação, a nova plataforma eletrônica do Banco do Brasil para comércio exterior, voltada a pequenas empresas, dobrou o volume mensal de negócios. (págs. 1 e C12)

Ideias
Luiz Carlos Mendonça de Barros: crescimento dos EUA enterra cenário de catástrofe dos pregadores do caos. (págs. 1 e A13)

Ideias
Sergio Leo: Apoio crítica empresarial sobre incentivo à inovação. (págs. 1 e A2)

Comentários

Related posts

Destaques dos jornais de hoje – Correio Braziliense

Leia discurso de José Sarney sobre o Dia da Democracia

Fábio Pannunzio

Suspeitas contra Tuma Jr. são “sérias”, diz Padilha

Leave a Comment