Blog do Pannunzio

Destaques dos jornais de hoje – Valor Econômico

Três grandes construtoras em Belo Monte
Andrade Gutierrez, Camargo Corrêa e Odebrecht, as três maiores construtoras do país, vão juntas hoje ao leilão da usina hidrelétrica de Belo Monte, num consórcio de construção liderado pela Andrade. O acordo entre elas estava sendo fechado ontem à noite, mas já era dado como certo pelas partes. Dessa forma, Camargo e Odebrecht, que desistiram de formar um consórcio próprio, voltam à disputa indiretamente. Até o fechamento desta edição, o leilão dependia de decisão do TRF sobre pedido de cassação de liminar que suspendeu a licitação. (págs. 1 e B4)

Brasil é área estratégica para a Shell
Com cerca de US$ 3 bilhões investidos no Brasil desde 2002, a Shell classifica como prioritária sua aposta no Parque das Conchas, no bloco BC-10 (em águas profundas, na parte capixaba da bacia de Campos). O empreendimento é um dos nove principais projetos da empresa no mundo, que devem garantir o aumento de sua produção na década. Vice-presidente para Américas da Shell Exploração e Produção, Marvin Odum disse ao Valor que depois de seis meses de operação, a produção no Parque das Conchas está acima das expectativas. (págs. 1 e B1)

Serra vê Mercosul como ‘barreira’
O Mercosul é uma barreira ao Brasil, o BNDES deveria dar prioridade a novos investimentos – deixando o fomento a fusões para épocas de crise – e todos os contratos da União estão sujeitos a revisão. O pré-candidato do PSDB à Presidência da República, José Serra, fez ontem na Federação das Indústrias de Minas Gerais (Fiemg) seu mais claro discurso sobre as mudanças que pretende adotar se for eleito. E ainda deu pistas de que terá o atual secretário de Fazenda de São Paulo, Mauro Ricardo Costa, na equipe. ” Muitos não acreditam, mas ele tem enorme sensibilidade social ” , disse. (págs. 1 e A9)

Recuperação americana
O índice de indicadores antecedentes dos EUA aumentou 1,4% em março, o que faz prever que o crescimento econômico continuará nos próximos meses. As contratações contribuíram significativamente para o resultado. (págs. 1 e A14)

Bônus na educação
Reflexo da profissionalização no setor de educação, a Estácio, uma das maiores redes de ensino superior do país, adotou a política de pagamento de bônus a seus professores. (págs. 1 e B4)

Aposta no lítio
Perspectiva de popularização do carro elétrico aumenta a importância do lítio, mineral capaz de armazenar energia, que ganha status estratégico no projeto do novo código minerário. (págs. 1 e B6)

CSN mira a construção
Apoiada no tripé formado por aços planos, longos e cimento, a Companhia Siderúrgica Nacional (CSN) quer triplicar as vendas para o mercado de construção. (págs. 1 e B12)

Valeant faz aquisição
A farmacêutica americana Valeant comprou o laboratório nacional Delta. Com a aquisição, avança nas áreas de medicamentos dermatológicos e genéricos. (págs. 1 e B12)

Brasileiros avançam na Hilton
Com quatro empresas na Argentina, a brasileira Marfrig obteve a maior parcela da cota Hilton no país, com 3,1 mil toneladas. A JBS, com 1,2 mil, tem a maior fatia individual. (págs. 1 e B16)

CEF no seguro-saúde
A Caixa Econômica Federal (CEF) vai entrar no segmento de seguro de saúde, por meio de parcerias. Os estudos estão sendo finalizados e a estreia acontece neste ano. (págs. 1 e C1)

Ideias
Delfim Netto: para a China, parceiros dos Bric são apenas convenientes supridores de matérias-primas. (págs. 1 e A2)

Ideias
Raymundo Costa: Dilma irá a Estados onde os aliados estão divididos. (págs. 1 e A8)

Ideias
José Eli da Veiga: Protocolo de Kyoto ignorou solenemente a existência do comércio internacional. (págs. 1 e A13)

Comentários

Related posts

Senadores ameaçam boicotar Sarney

Destaques dos jornais de hoje – O Globo

Dilma: Sai a confirmação oficial

Fábio Pannunzio

Leave a Comment