Blog do Pannunzio

Em Natal, Serra critica ampliação da máquina estatal do governo Lula

Breno Costa

O pré-candidato tucano ao Planalto, José Serra, fez uma crítica indireta à criação da Petro Sal, estatal que irá gerir o pré-sal. Ele deu uma entrevista de mais de uma hora à TV Tropical nesta quinta-feira (22), afiliada da Record em Natal e de propriedade do senador José Agripino Maia (DEM). Serra aproveitou para alfinetar a política de ampliação do Estado empreendida pelo governo Lula.

Ao se referir à sua passagem pelo Ministério da Saúde e para falar do papel do Estado na economia, disse que não fez “nenhuma empresa estatal para produzir genéricos”. Nesse sentido, Serra afirmou o Estado tem que ser “musculoso, mas enxuto”. “Nós não somos lutadores de sumô”, disse.

Questionado então sobre se privatizaria alguma estatal, Serra também disse que “para privatização, não há mais espaço significativo”.

Durante a entrevista, Serra aproveitou para divulgar seu Twitter, classificado por ele como “o maior, disparado”, entre políticos. O ex-governador conta atualmente com mais de 208 mil seguidores, contra 34 mil de Dilma Rousseff (PT). O tucano, porém, usa o microblog desde meados do ano passado.

Clique aqui para ler a íntegra no site da Folha

Comentários

Related posts

Balanço da gripe suína aponta 192 mortes no país

Perguntar não ofende. Em que será que pensa Tóffoli quando vota dessa maneira ?

Fábio Pannunzio

PT não vai assinar nota da oposição contra Sarney

Leave a Comment