Blog do Pannunzio

Após indícios de irregularidades em licitação, novos diretores do Metrô-DF serão indicados hoje

Roberta Lopes – Agência Brasil

Dois diretores e mais um chefe de departamento da Companhia do Metropolitano do Distrito Federal (Metrô-DF) vão ser substituídos por determinação do governador do Distrito Federal, Rogério Rosso. Eles são acusados pelo Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT) por fraude na licitação do projeto básico de engenharia do Veículo Leve sobre Trilhos (VLT).

Os diretores que serão substituídos são o diretor-presidente, José Gaspar de Souza; o diretor de Operação e Manutenção, José Dimas Simões Machado, e o chefe de Departamento da Diretoria Técnica, Guilherme Pinto. Rosso determinou que o conselho do órgão faça a nomeação dos novos diretores com base em em critérios técnicos. O conselho deverá nomear os novos diretores e o novo chefe ainda hoje (23).

Segundo o MPDFT, que deflagrou ontem (22) uma operação para cumprir mandados de busca e apreensão no Metrô e em outros endereços, há indícios de envolvimento de funcionários públicos e das empresas que participaram da licitação. O Ministério Público informou que essa é a obra mais cara já contratada no DF, com um orçamento de cerca de 1,5 bilhão.

A Companhia do Metropolitano do Distrito Federal, responsável pela obra, divulgou nota informando que o Tribunal de Contas do DF aprovou a licitação na qual 40 empresas adquiriram o edital, mas devido a especificidades do projeto apenas duas participaram da concorrência. O Metrô informou ainda que a cópia dos autos já está em poder do Ministério Público do DF desde 2007.

Comentários

Related posts

Mulher do diretor de jornalismo da Itatiaia está na folha do Senado

Fábio Pannunzio

Emergência nuclear: usina de Fukushima é evacuada. Dois reatores derreteram parcialmente

Fábio Pannunzio

Especial Foragidos: Por que o Brasil ainda desperta risos, ira e indignação lá fora

Fábio Pannunzio

Leave a Comment