Blog do Pannunzio

Dilma dança música portuguesa em festa no Rio

Folha de S. Paulo

A pré-candidata Dilma Rousseff (PT) teve que bailar ao som de um rancho típico de música portuguesa. O adversário José Serra (PSDB), talvez prevendo o que poderia vir a lhe acontecer, preferiu sair mais cedo.

Eles estiveram juntos na noite de ontem (24) na comemoração dos 80 anos da economista Maria da Conceição Tavares, portuguesa naturalizada brasileira. Sentaram-se à mesa da aniversariante no salão de festas da Casa do Minho (Cosme Velho, zona sul do Rio).

Companheiro de exílio no Chile, ex-aluno e parceiro de análises econômicas de Conceição, Serra foi dos primeiros a chegar, às 20h45, à festa exclusiva para 70 convidados. Dilma, ex-aluna na Unicamp, chegou às 21h20, sob aplausos dos outros convidados.

Os adversários à sucessão do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) conviveram por 40 minutos. Trocaram amenidades, segundo disseram aos jornalistas e de acordo com relatos de outros convidados. A imprensa não pôde acompanhar.

Organizadora da comemoração, a economista Hildete de Melo contou que, ao avistar Dilma e Serra conversando de modo civilizado, todos aplaudiram e houve gritos de “viva à democracia”.

Serra deixou o evento às 22h. “Tenho uma relação cordial com a Dilma. Não se falou sobre isso”, disse ele, referindo-se ao tema eleições.

A pré-candidata petista foi na mesma linha. “Foi muito bom encontrar o Serra. Nós sempre tivemos uma relação cordial, amigável. Foi uma conversa mais social.”

Assim que o tucano deixou o recinto, começou o espetáculo do grupo Maria da Fonte, com artistas caracterizados como portugueses da região do Minho. Um dos bailarinos tirou Dilma para acompanhá-lo no vira, tradicional e das mais antigas danças de Portugal.

“Um senhor que dirigia o grupo tirava uma pessoa aqui, outra ali. Ele tirou a mim, a Conceição e outras pessoas”, disse ela.

Encerrada a apresentação, Dilma continuou na pista, ao som de clássicos da música norte-americana, samba, bossa nova e músicas do Chile e do México, onde Conceição viveu. Seu parceiro na dança foi o deputado estadual Carlos Minc (PT-RJ), até outro dia colega no ministério Lula. Dilma deixou a festa logo após as 23h.

Clique aqui para ler a íntegra no site da Folha

Comentários

Related posts

Blog do Josias: Lula se dá por vencido e Temer será o vice de Dilma

Justiça determina indisponibilidade dos bens de Leonardo Prudente

Valadares oficializa saída do CE

Leave a Comment