Blog do Pannunzio

Ah!, se ele fosse o presidente do Senado …

O senador Garibaldi Alves (PMDB-RN) afirmou hoje que, se estivesse no lugar do atual presidente da Casa, José Sarney, trataria de pedir licença do cargo.

Ele disse que não desejava esta situação de crise, mas deixou claro que a decisão é do colega de partido. Vale lembrar que Alves já ocupou a presidência num momento de transição.

O PMDB está reunido há quase duas horas a portas fechadas para avaliar a situação de Sarney e decidir quais os próximos passos a tomar com relação à crise que assola o Senado há mais de quatro meses.

Mais cedo, o Democratas, aliado de Sarney, retirou o apoio ao parlamentar e sugeriu o afastamento do político.

O PSDB também se reuniu e a expectativa é a de que o líder do partido, Arthur Virgílio, divulgue a decisão da legenda ainda hoje em plenário.

O PDT também prevê uma reunião. Mais tarde, por volta das 7 da noite, é a vez do PT se encontrar.

Comentários

Related posts

Não falei? O PT não tem a menor ideia do que fazer com a encrenca Sarney

Fábio Pannunzio

Sarney e o Baile da Ilha Fiscal do Senado

Fábio Pannunzio

Senadores contestam “The Economist”, que chamou o Senado brasileiro de “Casa dos horrores”

Fábio Pannunzio

Leave a Comment