Blog do Pannunzio

Destaques dos jornais de hoje – Valor Econômico

Governos ampliam gastos em ano eleitoral
Os gastos não financeiros de Estados e municípios aumentaram bastante no primeiro trimestre com a recuperação das receitas e o ano eleitoral. De janeiro a março, essas despesas avançaram 9,8% sobre o mesmo período de 2009, já descontada a inflação – no primeiro trimestre do ano passado, a alta foi de 0,9%. A aceleração dos gastos estaduais e municipais se somou ao crescimento expressivo dos dispêndios da União, que nos primeiros três meses do ano subiram 13,7% acima da inflação.
Com isso, as despesas não financeiras (como pessoal, aposentadorias, custeio da máquina e investimentos) das três esferas de governo tiveram alta real de 12% entre janeiro e março, calcula o economista-chefe da corretora Convenção, Fernando Montero. Para ele, a alta significativa dos gastos públicos teve papel importante para o ritmo chinês da atividade econômica no primeiro trimestre. “É quase um terço do PIB crescendo a um ritmo superior a dois dígitos”, resume.
Em 2009, os gastos de Estados e municípios ficaram razoavelmente contidos, crescendo 1,3% em termos reais, uma alta bem mais modesta que os quase 10% registrados pela União. Os gastos federais equivalem a pouco menos de 19% do PIB, segundo números do Tesouro. Os de Estados e municípios, a quase 13% do PIB. (Págs. 1 e A3)

Foto legenda: Que volte hexa
O técnico Dunga, da seleção brasileira de futebol, ganhou um forte abraço e votos de boa sorte de Lula, ontem, em Brasília. Depois de visitar o presidente, a delegação embarcou às 17h26 para a África do Sul, onde disputará a Copa do Mundo a partir do dia 15 de junho. A fuselagem do avião fretado que levou os jogadores estava pintada com 118 mensagens escritas por torcedores de várias regiões do país. Numa das frases, Claudia Chahade Malheiros dizia “Brasil: vai guerreiro e volta hexa!” (Pág. 1)

Oferta de papel-cartão inquieta a indústria
O forte aquecimento da demanda de papéis para embalagens, em especial o papel-cartão, trouxe aumento dos prazos de entrega pela indústria. Ao prever dificuldades, as empresas de alimentos e cosméticos estão antecipando encomendas para produtos a serem vendidos na época do Natal, que normalmente são entregues entre julho e setembro.
Executivos da Klabin e da Suzano Papel e Celulose confirmam que houve dilatação dos prazos de entrega, apontam que oferta e demanda não chegarão a um equilíbrio tão cedo, mas descartam o risco de desabastecimento. (Págs. 1 e B1)

Crítica dos ecologistas derruba vendas de água engarrafada da Nestlé nos EUA (Págs. 1 e B7)

Inseguros, bancos europeus entesouram dinheiro no BCE (Págs. 1 e C4)

Bayer e CTC criam cana transgênica com mais açúcar, diz Reichardt (Págs. 1 e B13)

Opção tradicional
Com 91 milhões de aplicadores, a poupança acumula saldo de R$ 325,7 bilhões. No ano, até abril, a captação líquida chegou ao recorde de R$ 5,9 bilhões. “A caderneta já faz parte da cultura do brasileiro”, diz Marcos Villanova, do Bradesco. (Págs. 1 e Caderno especial)

Abertura aérea
Brasil aumenta o número de acordos aéreos bilaterais – só neste ano foram 26 – de olho na expansão do mercado com maior abertura do setor ao capital externo. (Págs. 1 e B8)

Mineração aquecida
Estudo mostra que as maiores mineradoras do mundo retomaram no fim do ano passado o valor de mercado que tinham em 2007, sinalizando a retomada do setor. (Págs. 1 e B9)

Perspectivas de mercado
A Embraer planeja fabricar 180 unidades do avião de transporte militar que está desenvolvendo nos primeiros dez anos de produção. O voo do protótipo está previsto para 2014. (Págs. 1 e B10)

Tecnologia do pré-sal
Petrobras apoia projeto da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) para a primeira fábrica de nanotubos de carbono (fibras de carbono mil vezes mais finas do que as convencionais) do país. (Págs. 1 e B11)

Safrinha frustrada no algodão
Falta de chuvas deve reduzir a segunda safra de algodão – responsável por 38% do cultivo no país – em pelo menos 20%, mantendo a oferta de pluma apertada, nas mesmas 1,2 milhão de toneladas da safra passada. (Págs. 1 e B13)

CEF busca recursos no exterior
A Caixa Econômica Federal pretende concluir em junho a captação US$ 1 bilhão para um fundo de “private equity” em projetos de infraestrutura e petróleo. (Págs. 1 e C8)

Ideias
Raquel Balarin
Com o agravamento da crise na Europa, começam a surgir dúvidas sobre continuidade dos investimentos no Brasil. (Págs. 1 e A2)

Ideias
Maria Inês Nassif
Dizem o bom senso e o amor ã humanidade que o trabalho escravo deve ser abolido do mapa mundial. (Págs. 1 e A6)

Related posts

CPI da BR ouve secretário da Receita Federal

Advogados criticam revelação da identidade de investigados

Comissão de Segurança Pública da Câmara dos deputados até agora só tem membros com passado duvidoso. Peculato e improbidade substituem influência paramilitar, atentados e homicídio

Leave a Comment