Blog do Pannunzio

TJDFT mantém liminar que bloqueia bens de Eurides Brito

Correio Braziliense

O Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios (TJDFT) manteve liminar que bloqueia os bens da deputada distrital afastada, Eurides Brito (PMDB). A parlamentar pediu a suspensão da do bloqueio até a análise do mérito, que deverá ser apreciado em definitivo por colegiado em data ainda não marcada.

Enquanto isso, Eurides permanece com os bens bloqueados até o término das investigações deflagradas pela Polícia Federal na Operação Caixa de Pandora, que apura denúncias de corrupção no GDF e recebimento de mensalão por parte de oito deputados distritais da base governista.

Entenda
No dia 30 de abril, o juiz Álvaro Ciarlini, da 2ª Vara de Fazenda Pública do DF, determinou o bloqueio dos bens da deputada Eurides Brito (PMDB) e do ex-distrital Júnior Brunelli (PSC). A decisão é a mesma em relação ao ex-presidente da Câmara Legislativa, Leonardo Prudente (sem partido), que também está impedido de dispor de seus imóveis, carros e ações de empresas como medida preventiva para garantir a reposição de prejuízos aos cofres públicos e como indenização à população do Distrito Federal.

Juntos, os três políticos têm de devolver R$ 16.215.572 ao contribuinte, segundo cálculos do Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT). Eles aparecem em vídeo recebendo dinheiro do ex-secretário de Relações Institucionais do DF, Durval Barbosa.

Clique aqui para ler a íntegra no site do Correio

Comentários

Related posts

Sarney nega que tenha pedido a Dilma para apressar investigação

Rio de Janeiro tem primeira morte por gripe suína

CPI da Corrupção convoca Arruda a dar explicações sobre irregularidades por escrito

Leave a Comment