Blog do Pannunzio

Destaques dos jornais de hoje – Valor Econômico

Rio e tempo na TV explicam Índio da Costa
O processo de escolha do candidato a vice na chapa do PSDB à Presidência foi marcado por equívocos, improvisação e falta de organização política na campanha de José Serra, que mal conhece o deputado Índio da Costa, nome indicado ontem pelo Democratas. Mas a escolha dá palanque ao PSDB no terceiro maior colégio eleitoral, o Rio, e tempo na TV.
Serra subestimou a reação do Democratas, que começou a tomar forma na convenção do PSDB no dia 12, em Salvador. Ele não queria ouvir o presidente do DEM, Rodrigo Maia, que esteve na linha de frente de um movimento no sentido de influenciar o PSDB a escolher Aécio Neves como candidato a presidente.
O DEM é responsável por um terço dos 7min23s que Serra terá na televisão. A queixa dos Democratas era que o partido servia para dar tempo de televisão para os tucanos, mas não para indicar o vice. O PSDB não percebeu que o cargo de vice deixou de ser urna reivindicação do grupo pró-Aécio para impregnar todo o partido. (Págs. 1 e A11)
Foto legenda: Índio da Costa: convite aceito por discordar da forma como o governo ‘inchou’ a máquina pública

Após quase um ano, greve na Inco está perto do fim
Perto de completar um ano, no próximo dia 13, a greve dos cerca de 3 mil trabalhadores das minas de níquel e cobre da Vale no Canadá quase terminou anteontem, durante negociação intermediada por um mediador independente. Os dois lados trocam acusações de violência, intimidação, xenofobia e racismo, nesta que já é a mais longa paralisação da história do poderoso e bem financiado sindicato local.
Os negociadores se acertaram sobre as questões econômicas que levaram os trabalhadores a cruzar os braços, como o sistema de aposentadoria e o pagamento de bônus. Mas chegaram a um impasse quanto à recontratação de nove grevistas demitidos pela empresa. A despeito do otimismo das partes, os conflitos não terminaram. Nesta semana, três trabalhadores, incluindo um integrante do comitê de negociação, foram levados pela Vale à Corte Superior de Justiça para responder a uma acusação criminal por supostamente desrespeitarem uma ordem judicial que disciplina os piquetes nas portas das minas. (Págs. 1, B1 e B9)

Crescimento se acelera na Argentina
O crescimento das exportações para o Brasil, uma safra agrícola acima do previsto e a manutenção de estímulos fiscais levaram bancos e consultorias a aumentar as estimativas de expansão do Produto Interno Bruto (PIB) da Argentina em 2010. Ontem mesmo a RBS Securities elevou sua estimativa de 4,4% para 7%. A União Industrial Argentina (UIA) prevê que a indústria crescerá entre 6% e 8%.
O setor automotivo, cuja produção poderá alcançar o recorde histórico de 680 mil unidades, dita o ritmo mais forte da economia. De cada cem veículos fabricados, quase 60 são destinados ao Brasil. Nos cálculos do Ieral, o centro de estudos da prestigiada Fundação Mediterrânea, só o aumento das vendas ao principal sócio do Mercosul agregará 0,8 ponto percentual ao PIB argentino. (Págs. 1 e A13)

UE propõe cortar subsídios agrícolas a países que descumprem suas metas fiscais (Págs. 1 e A13)

Títulos em reais dá a maior margem de retorno a investidor (Págs. 1 e C6)

Limites à política social
Especialistas em políticas sociais afirmam que, sem reforma tributária, redução da pobreza por meio de programas de transferência de renda está perto do limite. (Págs. 1 e A2)

Trem-bala
Tribunal de Contas da União reduz estimativa de custo do Trem de Alta Velocidade entre São Paulo e Rio e impõe limite de 60,3% do valor total para o financiamento público ao projeto. (Págs. 1 e A3)

OMC condena Airbus
Em processo movido pelos EUA, a Organização Mundial do Comércio (OMC) considerou que a União Europeia concede subsídios ilegais à Airbus. As partes ainda podem apelar da decisão. (Págs. 1 e A13)

JAL suspende voos ao Brasil
A Japan Airlines (JAL) vai suspender por tempo indeterminado seus dois voos semanais entre São Paulo e Tóquio. A medida é parte da reestruturação da companhia, que enfrenta grave crise financeira. O último voo decola em 27 de setembro. (Págs. 1 e B6)

Cisão da Usiminas
A Usiminas anunciou ontem a criação da Mineração Usiminas, que englobará os ativos minerais e de logística da siderúrgica e contará com 30% de participação da trading japonesa Sumitomo. (Págs. 1 e B7)

Propulsão independente
Com a inauguração da fábrica de motores de Campo Largo (PR), a Fiat encerra sua dependência da General Motors no segmento de médio porte, nas versões 1.6 e 1.8. (Págs. 1 e B7)

Semestre de perdas para os grãos

Clima favorável e incertezas sobre o futuro da demanda determinaram novas quedas dos grãos na bolsa de Chicago em junho, que encerraram o semestre com perdas de 10% a 15%. (Págs. 1 e B14)

Ações da BRF lideram queda
Mercado reage às restrições sugeridas pela Secretaria de Acompanhamento Econômico à fusão entre Sadia e Perdigão e ações da BRF têm a maior queda do Ibovespa. (Págs. 1 e D6)

Ideias
Ribamar Oliveira
Ampliação dos investimentos da União depende da fixação de limites para o crescimento das despesas com pessoal. (Págs. 1 e A2)

Ideias
Alexandre Schwartsman
Países da zona do euro com dificuldades para rolar suas dívidas não têm outra alternativa a não ser o ajuste fiscal. (Págs. 1 e A15)

Comentários

Related posts

Césio provoca alterações em células

Bruna Pannunzio

STF decide pela extradição de Battisti

Arruda justifica ganho patrimonial às vésperas do DEM decidir seu futuro

Leave a Comment