Blog do Pannunzio

Lula: ‘Dilma não precisa de mim na campanha’

Chico de Gois

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva afirmou nesta terça-feira que a melhor contribuição que pode dar para a candidata Dilma Rousseff (PT) é fazer um bom governo. O presidente disse também mais uma vez que não conhece o deputado federal Indio da Costa (DEM-RJ), candidato a vice na chapa de José Serra (PSDB), escolhido em cima da hora no lugar do senador tucano Álvaro Dias . Para ele, nem o próprio tucano conhecia seu vice. Lula chegou a Dar-El Salam, na Tanzânia, na África, por volta de 18h15m (horário local) e foi recepcionado com artistas – inclusive dois homens que seguravam duas cobras sucuris.

O presidente afirmou que vai continuar governando até o último dia de seu governo e que espera que sua administração possa reverter em votos para Dilma. O comando da campanha do PT, porém, não descarta a possibilidade de Lula tirar uma licença em setembro para ele se dedicar à campanha de Dilma.

– O legado maior que posso deixar para a campanha da Dilma é o acerto cada vez maior do governo. Quanto mais o governo tiver melhor, mais eu posso ajudar a ministra Dilma a ser presidente da República – disse Lula.

O presidente afirmou que ainda não definiu quando começará a fazer campanha de rua para a petista, mas declarou que vai apostar suas fichas no horário eleitoral gratuito no rádio e na TV, que tem início em agosto.

– Vai ficar mais cômodo para um presidente trabalhar via televisão e via rádio . Eu posso gravar programa de rádio e de televisão e isso atende muito mais gente do que um comício ou do que uma atividade pública. Vou ajudar a Dilma com todo carinho e todo esforço, mas ela tem consciência de que a minha maior contribuição para ela é o governo estar bem e por isso eu tenho de trabalhar para o governo está bem até o dia 31 de dezembro.

Ao ser perguntado pelos jornalistas se conhecia o deputado federal Indio da Costa (DEM-RJ), candidato a vice na chapa de José Serra, Lula declarou:

– Não conheço. Não conheço. Eu não sei se é demérito dele ou se é meu, o dado concreto é que eu nunca ouvi falar no nome dele. Eu não sei se ele tem tanta virtude para ser escolhido a vice. Mas o dado concreto é que acho que nem eu nem o Serra o conhecíamos.

Clique aqui para ler a íntegra no site do Globo

Comentários

Related posts

Agarrado ao osso, Arruda vai ao TSE para não ser expulso do DEM

Senado aprova MP 462

Destaques dos jornais de hoje – Folha de S. Paulo

Leave a Comment