Mara Puljiz O governador eleito do Distrito Federal, Agnelo Queiroz (PT), anunciou, durante entrevista coletiva no Lake Side Hotel, na manhã desta segunda-feira (1º/11),... Agnelo Queiroz diz, em coletiva, que seu governo só terá ficha limpa

Mara Puljiz

O governador eleito do Distrito Federal, Agnelo Queiroz (PT), anunciou, durante entrevista coletiva no Lake Side Hotel, na manhã desta segunda-feira (1º/11), que todos em seu governo terão de ter ficha limpa e que isso será um pré-requisito. O petista afirmou que irá escolher apenas pessoas sérias e comprometidas com o DF. “É uma exigência nossa”, disse.

Após vencer a eleição do segundo turno neste domingo (31/11), em 19 das 21 zonas eleitorais, Agnelo participou de uma entrevista coletiva que durou cerca de 40 minutos. Ele começou o discurso agradecendo a votação e o gesto de confiança dos eleitores e também falou da transição de governo. Agnelo acredita que será uma transição tranquila, produtiva e que não haverá nenhum problema com o atual governador Rogério Rosso.

Além disso, Agnelo ressaltou, o que já dizia em seus outros discursos, que vai mobilizar o governo para melhorar a saúde pública. O governador eleito anunciou que fará mudanças estruturais na saúde a partir de 1º de janeiro de 2011, assim que assumir o governo, para tirá-la da UTI.

O petista afirmou que o seu governo terá como pré-requisito a ficha limpa. Ele também disse que as cidades do Distrito Federal serão administradas por moradores. Agnelo garantiu que a escolha será feita com calma e entre os critérios, competência.

Sobre os ataques anunciados na carta de despedida de Weslian Roriz (PSC), onde a ex-candidata disse que irá fazer uma oposição implacável, Agnelo afirmou que a oposição faz parte da democracia. “Vamos respeitar e seremos um governo para todo o Distrito Federal”, rebateu o governador.

Clique aqui para ler a íntegra no site do Correio

Comentários


Sem comentários ainda.

Comente!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *