Blog do Pannunzio

Direito de resposta não vale durante reunião

O líder petista Aloizio Mercadante discursava na reunião de instalação da CPI da Petrobras. Disse que defenderia a estatal e que não iria permitir que a comissão se transformasse numa campanha eleitoral antecipada.

De repente, citou o senador Alvaro Dias, que imediatamente pediu direito de resposta, de acordo com o artigo 14, por ter o nome comentado por Mercadante.

Imediatamente a confusão voltou a se instalar.

Paulo Duque, que preside a reunião, literamente tentou colocar ordem na Casa, afirmando que “aqui não tem questão de ordem não. Não tem nada de artigo 14”.

Comentários

Related posts

Câmara registra primeiro caso de gripe suína

Fábio Pannunzio

Sobraram palavrões no plenário. Daqui a pouco a gente vai contar o que aconteceu

Fábio Pannunzio

BRASÍLIA NA MEIA-IDADE

Fábio Pannunzio

Leave a Comment