Manchetes Notí­cias Polí­tica

“Lamentações” do PMN sobre Jaqueline Roriz são pura dissimulação. Problema não é de índole, é de genética

A nota do PMN que qualifica como ingenuidade aquilo que o Código Penal trata como corrupção é pura desfaçatez de quem está, mais do que acostumado, nutrido pela corrupção. O problema da deputada Jaqueline Roriz não é de caráter, é de genética. Foi Roriz, pai dela, quem pariu essa monstruosidade que até hoje assombra Brasília. Chamar de “ingenuidade” botar a mão num pacotação de dinheiro é pura dissimulação.

Tem razão o Joelmir Betting, um dos maiores frasistas da contemporaneidade. Segundo ele, “político brasileiro não trabalha com dinheiro sujo. Só com dinheiro lavado”.

Na lavanderia industrial da família Roriz ainda há muito por ser lavado. Quem viver, verá.

Comentários

Related posts

EUA elogiam protestos no Irã; polícia de Teerã detém dezenas de manifestantes

Bruna Pannunzio

Procurador recorrerá ao Supremo se for convocado

Dirceu tenta reeditar a Rua Maria Antônia no julgamento do Mensalão

Fábio Pannunzio

1 comment

Leave a Comment