Internacional Manchetes Notí­cias Polí­tica

FHC ganha lugar de honra na mesa de Obama. “O Cara” não compareceu.

Obama: Brindar sim; beber, não.

Quatro ex-presidentes brasileiros estão neste momento almoçando no terceiro andar do Palácio Itamaty com o presidente americano Barak Obama: Sarney, Collor, Itamar e FHC. Sarney e FHC foram posicionados na mesa em que almoçam Dilma, Michelle e Obama. Junto com eles, apenas Temer, Marco Maia e suas esposas. Sarney está ali não porque é ex-presidente da República, mas porque preside o Senado. Apenas a FHC foi concedida a honraria de almoçar ao lado do presidente norte-americano. Ainda não achei ninguém do cerimonial para explicar o por quê.

Agora há pouco aconteceu um brinde em honra do convidado principal. Obama brindou duas vezes, mas não bebeu. Limitou-se a exibir o cálice e o devolveu À mesa. Depois discursou, ofereceu um brinde e outra vez não brindou. Se a cena tivesse acontecido na idade média, certamente a Rainha do Brasil declararia guerra oa Rei dos Estados Unidos. Sorte a deles.

Lula, amigão de Obama, que o chamou de “o cara”, não compareceu. Foi o único. Está de aniversário do filho, coisa muito mais importante do que a visita de um líder estrangeiro da estatura de Barak Obama.

Quem está fazendo as vezes de anfitrião para collor é o ministro da Justiça José Eduardo Cardozo. Itamar está sentado do outro lado, na mesma mesa em que acomodaram o senador Eduardo Suplicy.

Suplicy, aliás, tomou vários minutos da atenção do presidente dos EUA. Assim que Obama chegou, Suplicy entregou a ele um envelope. Ninguém sabe o que tinha dentro, mas a pule de dez é o programa de Renda Mínima que há anos o senador petista defende. Obama demonstrou o mesmo entusiasmo que já havia demonstrado pelo vinho após o bride.

Related posts

TRF designa novo juiz federal para o caso Carlinhos Cachoeira

Lula volta a acusar Serra de armar “farsa”

Legislativos estaduais escondem salários de seus servidores

Leave a Comment