Blog do Pannunzio

Ele prometeu, mas não cumpriu…

O presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP), havia prometido um discurso em plenário na tarde de hoje. Provavelmente iria se defender mais uma vez das denúncias e escândalos que recaem sobre ele e se posicionar sobre a própria situação na Casa.

O dia em que falaria pela primeira vez depois do recesso era aguardado por todos e estava previsto para logo mais, às quatro da tarde.

Mas o parlamentar não cumpriu o prometido. A assessoria do político informa que o pronunciamento foi adiado para amanhã, no mesmo horário.

E é aí que mora o perigo. Senadores esperavam uma posição do senador para antes do primeiro encontro do Conselho de Ética. Estratégia ou não, o negócio agora é esperar e ver o que pode acontecer no próximo capítulo da Novela Sarney. Alguns parlamentares ameaçam um boicote caso o presidente permaneça no cargo.

Hoje, Sarney preencheu parte da agenda recebendo lideranças sindicais na sala da presidência. Os integrantes reivindicavam a terceirização de serviços e uma jornada de trabalho de 40 horas. E se solidarizaram com o presidente, que enfrenta a pior crise política da história do país. Em contrapartida, Sarney se pronunciou com um lacônico “no que eu puder ajudar”.

Related posts

Senado investiga participação de outros senadores na edição de atos secretos

Depois do Fora ARNEY, manifestantes tentam entregar pizza no Senado

Senado aumenta gastos com horas extras

Leave a Comment