Blog do Pannunzio

Crise sequencial faz Senado parecer Bolívia, avalia Mendes

Com informações do Estadão.

O presidente do Supremo Tribunal Federal, ministro Gilmar Mendes, defendeu hoje uma solução política para o Senado e diz que a Casa vive uma “crise sequencial”, assemelhando-se à Bolívia, país onde os “presidentes não terminam o mandato”.

O ministro, no entanto, não quis opinar sobre o possível afastamento do presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP), do cargo.

Leia mais clicando aqui.

Comentários

Related posts

Lei da Ficha Limpa deve ser aplicada nas eleições deste ano, decide TSE

Tribunal vai analisar cassação de chapa de Roriz e Gim Argello

Censura pandêmica: Austrália está próxima de censurar a internet

Leave a Comment