Blog do Pannunzio

Simon esclarece insinuações de senadores

Com informações da Folha Online.

O senador Pedro Simon (PMDB-RS) esclareceu hoje as insinuações levantadas contra ele pelos senadores Fernando Collor (PTB-AL) e Renan Calheiros (PMDB-AL) no bate-boca que abriu os trabalhos do Senado na última segunda-feira.

No episódio que se transformou numa verdadeira baixaria, Collor ameaçou relembrar fatos embaraçosos da vida de Simon caso ele voltasse a citar o nome do ex-presidente da República.

Em nota, o peemedebista menciona o acidente nuclear de Chernobil, na Ucrânia, e a ONG Portosol, que abrigou o filho de Simon como assessor. Os dois fatos foram lembrados por Calheiros. Segundo Pedro Simon, ele não era ministro da Agricultura na época em que o governo brasleiro importou carne contaminada da Ucrânia. Sobre as insinuações do vínculo do filho do parlamentar com a ONG, o senador afirmou que as atividades foram exercidas sem remuneração.

Ontem, Simon encaminhou pedido à Corregedoria do Senado para que Fernando Collor explicasse o que de tão importante ele possuía e ameaçava falar sobre o passado do peemedebista.

A atitude de Simon revoltou Collor, que questionado, falou “manda ele ir para…”.

Comentários

Related posts

Senado aprova reajuste para ministros do STF

Anáilise do ONS pode apontar causas de blecaute

Maluf vai tentar reeleição

Leave a Comment