Pannunzio Comunicação – Blog do Pannunzio

Promotoria contesta candidaturas de Serra e Russomanno

O Ministério Público Eleitoral de São Paulo impugnou ontem as candidaturas de José Serra (PSDB) e Celso Russomanno (PRB) à prefeitura. Eles lideram a corrida paulistana com 31% e 24% das intenções de voto, respectivamente, segundo o Datafolha.

De acordo com o promotor Roberto Senise, que faz parte do grupo que analisou os pedidos de candidatura, Serra não apresentou certidões com a situação atual dos processos a que responde.

“Juntando as certidões, vamos analisar o conteúdo, ver qual o andamento real das ações e reavaliar. Ele precisa dizer se houve condenação ou se a ação foi extinta.”

A assessoria de Serra disse não poderia comentar porque o departamento jurídico ainda não havia sido notificado.

Já Russomanno, segundo o órgão, não tinha pago até o dia 5 de julho uma multa de R$ 5.000 de uma campanha anterior. A data era o prazo máximo exigido para que os candidatos estivessem quites.

“O caso de Russomanno, no entendimento do Ministério Público, compromete a candidatura”, diz Senise.

Segundo o Ministério Público, Russomanno pagou a multa ontem e adicionou o comprovante ao pedido, mas isso não é suficiente. “O pagamento o habilita para disputar as eleições de 2014, mas não as deste ano”, afirma.

Russomanno disse que a multa se refere à campanha ao governo estadual em 2010 e que foi paga em 2011. “O Ministério Público não sabe o que faz. É um troço ridículo.”

As contestações serão analisadas pela Justiça Eleitoral, após esclarecimentos dos candidatos. A decisão tem de sair até o dia 5 de agosto.

Além deles, foram impugnados quatro candidatos nanicos à prefeitura: Anaí Caproni (PCO), Ana Luiza (PSTU), Carlos Giannazi (PSOL) e Levy Fidelix (PRTB).

Dos 1.191 candidatos a vereador, 403 tiveram o pedido de candidatura questionado pelo Ministério Público.

Beba na fonte: Folha de S.Paulo – Poder – Promotoria contesta candidaturas de Serra e Russomanno em SP – 14/07/2012.

Share the Post:

Join Our Newsletter